QUEM SOU EU? Rosaly

 

Rosaly Costa tem 31 anos e é Assistente de Atendimento na Filial Ceará da Santillana Brasil. Graduada em Secretariado Executivo pela Universidade Federal do Ceará, ela tem MBA em Gestão Empresarial e trabalha com a gente desde 2014.

 

“Tenho uma filha de 1 ano e 4 meses, a Maria Magaly, e moro com meus pais e com o meu irmão mais velho”, explica.

 

  

 

Paixão pelo teatro

 

Além da formação na UFC, ela também é atriz e fez cursos no Teatro José de Alencar, no Instituto Ayrton Senna e na Fundação de Cultura, Esporte e Turismo - FUNCET, curso oferecido pela Prefeitura de Fortaleza. Hoje, o curso é oferecido pela Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza (Secultfor).

 

Rosaly é atriz há 19 anos, profissão que virou hobby, pois no Ceará, segundo ela, “Não há mercado para as artes dramáticas, somente para o humor, o qual não me identifico para trabalhar”.

 

 

 

Pelos palcos da vida

 

“Atuei efetivamente em festivais de teatro do SESC, em um filme dirigido pelo Wolney de Oliveira e também participei de peças religiosas da paróquia do meu bairro. Espetáculos de datas específicas como Paixão de Cristo, Dia das mães, Festa da padroeira e Natal”, disse.

 

“É uma arte que amo fazer e eu conciliava o meu trabalho como Secretária Executiva e o meu hobby na comunidade católica que fiz parte, localizada no bairro onde moro. Assim, foi até o ano de 2016, pois após a maternidade, não voltei a atuar”, explica.

 

Como atividade física, ela gosta de praticar zumba e ritmos. “Gosto também de ler. Meus livros preferidos são biografias, clássicos e livros relacionados ao teatro. E esse é um fator que me faz ser ainda mais feliz trabalhando na Santillana Brasil: o acesso a bons livros e a histórias cativantes. Incentivo minha filha a gostar de livros desde agora, pois desejo que ela seja uma leitora apaixonada como eu sou”, conta toda orgulhosa.

 

 

 

Ela tem um blog

 

É isso mesmo. Se você quer saber mais sobre o mundo do Secretariado Executivo, acompanhe o blog da Rosaly. Para acessar, basta clicar aqui Blog Secretariado Executivo InFoco

 

 

Curiosidades sobre a Rosaly:

 

1. Música favorita: Flawless, Beyoncé
2. Comida favorita: macarrão
3. Livro favorito: Harry Potter (toda a coleção)
4. Peça favorita: Paixão de Cristo de Nova Jerusalém - PE

QUEM SOU EU? Joselito

 

Conseguir falar com o Joselito não foi fácil. Ele não para. Ele estava andando de um lado para o outro para acertar os novos detalhes da sua nova função. Depois de 12 anos trabalhando na Santillana Brasil, ele conquistou mais um dos seus objetivos. O profissional passa a ocupar o cargo de Gerente Comercial da Região Norte, com a missão de atender os estados Pará, Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima e Amapá.
 

Natural de Natal, Rio Grande do Norte, Joselito é um cara muito focado. Ainda criança, cresceu vendo seu pai administrar os negócios da família e aprendeu, assim, a ser um empreendedor.

 

“Tive muita sorte de poder trabalhar com meu pai. Ele sempre teve um olhar de vanguarda, aprendi muito com ele”, conta.  

 

Degrau por Degrau

 

Ambicioso e determinado. É assim que ele se descreve. “Eu faço muitos planos e sempre tive muita clareza de que tudo tem o seu tempo, é preciso ter paciência e ir subindo degrau por degrau. É assim que vou conquistando minhas metas”, explica.

 

O que gosta de fazer nas horas vagas?

 

Corrida e ciclismo são as suas paixões. E a história de como tudo começou é muito interessante. Um amigo dele, o Augusto, tinha acabado de perder a namorada e o emprego. Para sair da depressão, ele entrou em contato com o Joselito e o convidou para pedalar. Disse que tava depressivo e que precisava se distrair. Na hora, Joselito disse que podia correr, mas pedalar, não, porque ele não tinha bicicleta.

 

“Quando ele disse: me ajuda que eu tô precisando. Eu fiquei calado, pensei muito e fui direto comprar uma bicicleta”, conta. Chegando na loja, o primeiro baque. A bicicleta custava R$ 700 e o objetivo dele era comprar uma de, no máximo, R$ 200. “Levei o maior susto e ainda perguntei se o vendedor tava louco”, disse. Comprou a bicicleta e dividiu o pagamento em 10 vezes. Ligou para o amigo e falou: “Augusto, vamos pedalar hoje a noite”. A partir daí, eles começaram a pedalar por 5 km. Até que um dia, passou por ele um conhecido que pesava 160 kg. “O cara passou na maior velocidade perto de mim e eu fiquei com aquilo na minha cabeça, acho que ele já tava pesando uns 100 kg”, acrescentou.

 

No outro dia, Joselito ligou para esse conhecido, descobriu que ele pedalava com um grupo e foi aí que ele começou a investir no esporte. Trocou a bike de R$ 700 por uma de R$ 2 mil e, mais tarde, decidiu comprar uma de R$ 30 mil. “A bike nova era de carbono, top de linha, como ela era mais leve, saí do rabo da fila e comecei a andar mais na frente do grupo todo”, explica relembrando todo animado.

 

Depois que comprou essa bicicleta, ele participou de várias competições e sempre carregava a bike nas viagens. Já pedalou em Piauí, Maranhão, entre outros lugares. “Hoje eu não levo a bike nas viagens, mas uma vez por mês, pelo menos, eu dou umas pedaladas de 30 a 50 km. Mas o meu esporte diário mesmo é a corrida, corro todos os dias, mês faz muito bem”, explica.

 

Ele vai ser pai pela primeira vez

 

Casado há 2 anos com Danielle Prado, ele vai ser pai pela primeira vez. Sua esposa está grávida de 5 meses e a chegada da Antonella está prevista para junho.

 

2019 é um ano de conquistas para o Joselito! Cargo novo e uma filha vindo por aí. Parabéns!

 

 

Curiosidades sobre o Joselito:

  1. Já competiu na modalidade Duathlon, uma das variações do triathlon que combina ciclismo e corrida
  2. Comida favorita: Galinha cabidela
  3. Livro favorito: Cirque Du Soleil – A Reinvenção do Espetáculo
  4. Música favorita: Canção da América, Milton Nascimento
  5. Série favorita: The Last Kingdom
  6. O primeiro presente para a filha Antonella vai ser: um cocar

QUEM SOU EU? Andréa Vega

 

Andréa Vega é formada em Secretariado, tem o Magistério e uma graduação em Pedagogia. Filha dedicada, ela mora com a sua mãe, Josefa Nascimento, que tem 76 anos.

Andréa leva alguns minutos a mais para fazer as atividades do dia a dia. Mas ela não desiste fácil. É uma lutadora e tem uma trajetória que verdadeiramente toca e incentiva todos que trabalham ao seu lado.

 

Aos 9 meses, foi diagnosticada com paralisia cerebral que comprometeu sua coordenação motora, do braço e da perna. Sua família, porém, sempre deu o maior apoio. Superando as expectativas dos médicos, que diziam que ela ia ficar numa cadeira de rodas, começou a andar com um ano e meio. Fez tratamentos na AACD, Lar Escola e SESI, fisioterapia e natação.

 

Ela faz parte dos quase 24% da população brasileira, segundo dados do IBGE, que têm algum tipo de deficiência auditiva, física ou mental.

 

Atualmente, ela é Assistente de Atendimento no Grupo Santillana Brasil e, por onde passa, deixa valores de coragem, determinação e igualdade. Além do seu trabalho no atendimento, a Deia, como é chamada por aqui, ajuda a conduzir um projeto de livros acessíveis.

 

Aos oito anos de idade, ela começou a andar de bicicleta, caiu, quebrou o cotovelo e fez uma cirurgia. Mais tarde, com catorze anos, fez uma cirurgia reparadora na perna esquerda, ficou três meses de cama e tudo correu bem. Há alguns anos, teve um adenoma de hipófise, um tumor, benigno, abaixo do cérebro, mas calma, porque ela é uma supermulher, fez a cirurgia e acordou pedindo café.

 

Da época da escola, Andréa tem um grupo de amigos que estão com ela até hoje. E ainda conta que nunca sofreu bullying. “O que? Se alguém mexesse comigo, eu ficava brava e ia pra cima. Acho que por isso, ninguém mexia comigo”, contou dando risadas.

 

Seu primeiro emprego foi aos dezessete anos, numa escola infantil. Lá, ela foi recepcionista, trocou fraldas, deu banho e fez mais um monte de coisas. Depois, deu aulas para crianças de seis anos, trabalhou como secretária e monitora no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo e, antes de vir para a Santillana Brasil, ela teve uma breve passagem pelo Museu de Arte Brasileira.

 

O que costuma fazer nas horas vagas?

“Eu estou num momento mais light, gosto de novelas e seriados, mas o que me dá mais prazer, é sair pra dançar músicas dos anos 80 com os meus amigos”, conclui. Detalhe: ela fez jazz dos catorze aos dezessete anos.


Curiosidades sobre a Andréa:

  1. Livro favorito: Dom Casmurro, Machado de Assis
  2. Música favorita: Vento no Litoral, Legião Urbana
  3. Filme favorito: todos do Harry Potter
  4. Comida favorita: feijoada
  5. Série favorita: Lost
  6. Uma saudade: Nelson Nascimento – seu pai
  7. Andréa por Andréa: uma pessoa abençoada

QUEM SOU EU? Edson Ferreira

 

Edson Ferreira de Souza tinha 36 anos quando resolveu cursar matemática. Começou a trabalhar com 13 anos de idade e não parou mais: foi vendedor de assinatura de livros, administrador, teve uma empreiteira com o irmão, foi dono de uma pastelaria, professor, e hoje, trabalha aqui com a gente, na Santillana Brasil, como Editor de didáticos – Matemática.

 

Com voz tranquila, Edson foi contando, aos poucos, toda a sua trajetória. Para conseguir entrar na universidade, ele fez um ano de cursinho. O resultado foi o melhor possível, ele conseguiu uma vaga na USP. Sempre com o apoio da família, cercado de muito amor e carinho, ele conciliou os estudos com o trabalho. Determinado e persistente, foi trabalhar no mesmo cursinho que ele estudou. Lá, ele começou como plantonista, foi efetivado como professor e ficou por 12 anos.  

 

Ao ser questionado sobre o que ele gosta de fazer nas horas vagas, Edson sorri e responde com um ar de orgulho e com os olhos brilhando “gosto de gravar vídeos de receitas com a minha filha Lucy”.

 

Lucy é a filha mais velha dele, ela tem 3 anos. E essa ideia de gravar vídeos surgiu quando ele começou a trabalhar aqui, na Santillana Brasil, incentivado por amigos do trabalho.

 

“O canal seria assim: eu falando as receitas e a Lucy ali, como coadjuvante. Só que foi tomando um rumo completamente diferente do que eu imaginava, a Lucy, logo de cara, foi ambientando com tudo e hoje ela quer se apresentar primeiro, ela fala quais são os ingredientes, então, eu vou falando o que dá e o canal é mais dela do que meu, ela sabe improvisar muito bem”, conta ele todo empolgado.

 

O nome do canal deles é Papai Ed e Lucy na cozinha. Aqui vai um vídeo pra você ver. É muito fofo. Quando você acabar, vai querer ver de novo e de novo:  

 

A família do Papai Ed

 

A grande inspiração do Ed é a sua esposa Juliana. Eles são casados há 15 anos. Juliana, nas palavras dele, é sinônimo de “força, humanidade e amor”. Eles têm, duas filhas, a “youtuber” Lucy e a Anna (que tem 7 meses). As duas nasceram de parto humanizado em casa. E essa foi a melhor experiência que ele viveu. O nascimento da primeira filha foi pura emoção. “A parteira disse pra eu chamar a minha filha, pois ela estava nascendo. Eu falei: vem filha. A parteira me interrompeu e disse: não, chama ela pelo nome e pensa no que você vai fazer quando ela estiver aqui fora, nos abraços, nos passeios, nas viagens, em tudo. Foi aí que eu falei: vem, Lucy! Ela nasceu e a coloquei com muito amor no meu peito.”

 

Que história, né!? Não tem como não se emocionar.

 

A Lucy vai ficar muito feliz quando crescer e ver todos os vídeos do canal imortalizados como recordações desse momento em família.  

 

Curiosidades sobre o Papai Ed:

  1. É compositor de músicas para crianças
  2. Toca um pouco de violão e está aprendendo a tocar piano (autodidata)
  3. É ele quem edita os vídeos do canal
  4. A Juliana, sua esposa, é a cinegrafista e a Anna, sua filha mais nova, fica do ladinho durante as gravações
  5. Os nomes das filhas foram inspirados em duas músicas dos Beatles: Lucy in the Sky with Diamonds e Anna (Got To Him)
  6. Um livro: O processo, de Franz Kafka
  7. Uma música: Coisas da Vida, Rita Lee
  8. Um filme: Um estanho no ninho, com Jack Nicholson
  9. O que traz alegria: a família
  10. Um recado: Deixe seu like, se inscreva no canal e ative o sininho > https://www.youtube.com/watch?v=1KfN12EdA2Y

QUEM SOU EU? Andréa Moraes Cruz

 

Quando tinha 12 anos, ela perdeu uma amiga de escola e naquele momento de dor, uma colega veio abraçá-la em busca de conforto. Foi aí que ela percebeu e sentiu que sua vocação era ajudar as pessoas.

 

Andréa Moraes Cruz. Psicóloga e Analista de Recursos Humanos do Grupo Santillana Brasil. Uma mulher forte, sonhadora, elegante e discreta.

 

Fez sua história na área clínica fazendo trabalho voluntário com crianças portadoras de HIV. Deu aulas particulares para crianças com dificuldades de aprendizagem e, depois, mergulhou no mundo dos artesanatos para complementar a renda familiar.

 

Tão jovem, resolveu começar tudo de novo. Do zero. E veio trabalhar como recepcionista na Santillana Brasil. Ela se orgulha dos 2 anos e 7 meses que trabalhou na recepção.

 

A história da Andréa traz três personagens importantes. O Soni, a Dayane e a Renata. O Soni fez a entrevista para ela trabalhar na recepção, a Dayane aconselhou e indicou alguns cursos sobre processo seletivo e recrutamento e seleção. Um ano mais tarde, a Renata fez um convite para ela participar de um recrutamento interno – ela passou e desenvolve um ótimo trabalho até então.

 

Nada previsível – uma caixinha de surpresas

 

Quando não está no trabalho, Andréa gosta de correr, fazer artesanatos em biscuit, pintura em madeira e de dedicar seu tempo para sua grande paixão: a dança do ventre.

“Para mim, a dança do ventre veio para temperar a minha vida, fez eu me sentir mais segura, ajudou a diminuir a ansiedade e proporcionou a minha reconexão com o meu eu feminino, o meu lado mulher”, contou.

 

E a história dela não acaba aqui. Ela ainda encontra tempo para conciliar seu tempo com outra paixão, a escola de samba Império da Casa Verde. É isso mesmo. Ela faz parte da ala Tigres Siberianos. Ela é incansável.

 

“Tem algo que você gostaria de acrescentar, que acha importante para o processo?”.

 

Se você já participou de algum processo seletivo com a Andréa, já deve ter escutado essa frase. Então, para terminar de contar sobre a caminhada dela até aqui, nós perguntamos se ela gostaria de acrescentar mais alguma coisa, foi aí que nós conseguimos descobrir mais 7 curiosidades sobre ela. Confira:

 

  1. Ela tem 2 irmãs: Adriana, sua irmã gêmea e Alessandra, a irmã mais velha que apresentou o mundo da dança
  2. Convive com a diabetes desde 1982
  3. Ela é da Mooca, bairro tradicional de São Paulo
  4. Um livro: O retorno e terno, Rubem Alves 
  5. Uma música: Corazón Partío, Alejandro Sanz
  6. Um filme: A difícil arte de amar, com Maryl Streep e Jack Nicholson
  7. Andréa por Andréa: sou uma mistura de um monte de coisas, alguém que se preocupa com o outro